Me apresentando

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Me apresentando

Mensagem  Djane Senna em Ter Ago 24, 2010 5:57 pm

Olá, me chamo Djane Senna.
Começo contando um pouco da minha vida: Tenho 09 filhos, 06 gerados por mim e todos nasceram de parto normal e 03 gerados pelo coração
A caçula tem apenas 04 meses, Ela Veio para completar a nossa Grande Família...

Sou uma pessoa apaixonada pela vida, principalmente pelos meus filhos, romântica, sonhadora (afinal sou pisciana...) batalhadora, idealista, paciente, e tantas outras coisas que vc só saberá se tornando meu amigo...

Descobri minha ultima gravidez no meio de setembro após uma crise de vômitos provocadas por uma infecção intestinal por causa de uma empada... Imaginamos que “engravidamos” no periodo de graça da amamentação...Sempre que estou amamentando, só começamos a nos previnir depois que o bebê completa 02 meses... Ficamos ao mesmo tempo surpresos e assustados!

E assim começou uma nova saga: Novas compras (já tinha doado td da gravidez anterior) Enfim, td novo de novo.

Quando se está grávida, uma profusão hormonal invade seu corpo. Felicidade, euforia, medo e angústia se confundem nesse momento.
Esperei a vida toda por esse dia, mas quando o exame deu positivo me apavorei. Ao mesmo tempo não conseguia desfazer o sorriso no rosto.

No início, pressão baixa, mal estar, enjôo... Muitas mulheres não sentem nada, mas passei tão mal que jurava para mim mesma que nunca mais teria outro filho....e tive 06. affraid
Que ilusão! Em menos de 15 anos tive os seis, cada um mais lindo que o outro e passados os três primeiros meses tudo melhorava. E eu esquecia de toda a trabalheira. Laughing

Durante minha primeira gravidez, enquanto acompanhava as mudanças no meu corpo era perseguida por teorias ameaçadoras!
- Se prepara, porque sua vida acabou!
- Seu marido vai arranjar outra!
- Dorme bastante agora, porque nunca mais vai dormir!
- Peitinho durinho, todo no lugar? Agora só com silicone! Sabe peito de índia? Fica igual.
- E a barriga? Nunca mais volta.

Enfim, pelas descrições eu viraria um bagulho, com olheiras imensas , barriga mole , toda flácida e completamente sem vida .
Será possível? Olhava a minha volta e enxergava mães gordas, magras, bonitas, feias, histéricas, tranqüilas... Todas tentando fazer o melhor.

O ser humano adora contar vantagem. Num dos momentos mais especiais da nossa vida, tem sempre alguém tentando estragar.
Ser mãe, dá muito medo, mas ao mesmo tempo é inacreditável ! A sensação de colocar um filho no mundo.... Nunca senti nada parecido como a hora do parto.

Passei minha primeira gestação assombrada. Pensava na responsabilidade que estava por vir, na amamentação (será que conseguiria amamentar ?), no sono interminável, nas cólicas...
Morria de medo! Achava que não iria dar conta. Imaginava-me gorda, com peito "uva passa", sem marido, com olheiras profundas e com um bebê para criar.

Quantas neuras! Hoje, percebo o quanto todas essas questões são pequenas diante de tanto amor!
Filho é bom demais! Dá trabalho, às vezes dá vontade de devolver, congelar, mas enche a nossa casa de alegria.



avatar
Djane Senna
Admin

Mensagens : 77
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 40
Localização : Manaus

Ver perfil do usuário http://agrandefamilia.bloggeiros.com/index.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum