Estrias

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estrias

Mensagem  Djane Senna em Ter Ago 24, 2010 5:45 pm

ESTRIAS

As estrias são lesões cutâneas lineares, ou “riscas” na pele, podendo ter 1 centímetro ou mais, de coloração variada, que surgem principalmente nas coxas, quadris, nádegas e abdômen, no caso das grávidas.

Essas lesões são formadas pela ruptura das fibras da pele, responsáveis pela elasticidade, ocasionadas por sua distensão exagerada ou devido a alterações hormonais. Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas, podendo adquirir mais tarde uma tonalidade esbranquiçada.

O estilo de vida, a alimentação e os exercícios parecem ter um papel no desenvolvimento de estrias, ao modificar as condições da pele. Na gravidez, tanto o componente físico (estiramento da pele) como a mudança hormonal e o fator genético se associam.

Porque e quando aparecem?
Um dos maiores temores das mulheres na gestação, as estrias costumam aparecer à medida que você ganha peso e, sobretudo, na segunda metade da gravidez. Neste período, não apenas a superfície da pele estica, mas como, conforme a mamãe aumenta de tamanho, pequenas rupturas ocorrem nas camadas mais profundas da pele, o que ocasiona uma alteração do colágeno, que é o que dá elasticidade à sua pele.

As estrias afetam 50-90% das gestantes e aparecem na segunda metade da gestação, ainda que podem também aparecer bem mais cedo. A maioria das mulheres desenvolve estrias já na primeira gravidez, ainda que também haja algumas que não desenvolvam estrias antes de gravidezes posteriores.

A causa das estrias da gravidez (estrias por distensão) não é conhecida com exatidão, porém esta é relacionada com mudanças na força e elasticidade das fibras elásticas e de colágeno da pele. As estrias por distensão são associadas ao estiramento excessivo da pele, com aumento da tensão da mesma.

Os hormônios (estrogênios, relaxina e glicocorticóides, principalmente) ocasionam mudanças estruturais na pele, que também diminuem a adesividade entre suas fibras de colágeno. A genética determina características importantes como a resistência e a flexibilidade da pele, e isto pode explicar porque algumas mulheres não são afetadas.

Em mulheres na primeira gestação, há aparentemente 3 fatores de risco para o desenvolvimento de estrias severas: ser adolescente (pois tem peles mais frágeis e mais propensas à ruptura), grande aumento de peso (>15 kg) e peso elevado do recém-nascido.

As estrias da gravidez, que tipicamente se apresentam em mulheres jovens saudáveis, frequentemente causam baixa autoestima. Ainda que não signifiquem um risco à saúde, elas podem ter um alto impacto psicológico na mulher e ocasionar a busca por tratamentos dolorosos e caros, na maior parte das vezes sem resultados.

Atualmente, as estrias são um problema para o qual não existe um tratamento estabelecido, ainda que muitas vezes caro e incômodo. Por isso, deve-se dar uma maior importância ao enfoque preventivo.

Como se pode prevenir?

Estria não se cura, se previne. A melhor arma para evitá-las, em primeiríssimo lugar, é a hidratação. Não tem muito jeito, você não poderá impedir que sua barriga cresça e sua pele estique. Por isso, o ideal é, assim que souber da gravidez, começar a usar cremes específicos para estrias - capazes de agir na derme e prevenir a ruptura das fibras de colágeno - diariamente, se possível duas vezes ao dia.

Além do creme preventivo, a gestante deve também estar atenta ao ganho de peso e evitar que ele seja acima do recomendado (ate 12 quilos). Engordar muito e em pouco espaço de tempo acarreta na distensão abrupta da pele possibilitando, assim, o aparecimento das temidas listrinhas indesejáveis. Contudo, ao pensar em usar um produto é importante que ele seja seguro para a mãe e para o bebê, com ingredientes já testados para a ocasião e indicados por um profissional.

A prática de exercícios moderados e adoção de uma dieta equilibrada – sem exagerar nas frituras, no sal, nas gorduras trans, nos refrigerantes e nos doces – são também formas importantes de prevenir as estrias e de garantir uma gravidez tranquila. Como coadjuvantes, evitar produtos químicos e perfumes na pele, usar roupas leves e confortáveis, de preferência de algodão, e descansar, podem ajudar nesta situação.

Mitos e verdades sobre as estrias e produtos antiestrias

Roupas apertadas causam estrias?
Não. As roupas por si só não possuem o poder de romper as fibras da pele. Nem é verdade que as calcinhas de tira favorecem o aparecimento delas. As estrias aparecem quando engordamos ou crescemos mais do que a pele pode suportar.

Beber muita água resolve?
Em parte. Beber muita água sem dúvida nenhuma contribui para a sua saúde, mas não é o principal fator de hidratação da pele. A água forma um colchão protetor para as células, além de constituir todos os tecidos do organismo. Aconselha-se tomar pelo menos oito copos de água por dia.

Por que as estrias ficam brancas?
De início, as estrias apresentam uma coloração avermelhada, um sinal de que ainda se encontram inflamadas. Elas adquirem o aspecto esbranquiçado devido ao processo de cicatrização das fibras rompidas.

É verdade que as estrias pioram no inverno?
Mentira. A época do ano e a estação não influem no aparecimento das estrias, que são resultados do rompimento das fibras elásticas. O inverno dá a sensação de agravar o problema apenas porque normalmente a pele costuma ficar mais ressecada nesta época do ano.

Na gestação, adianta iniciar a prevenção no terceiro trimestre?
Não. Recomenda-se que a prevenção das estrias comece o quanto antes. A partir do quarto mês deve-se dobrar os cuidados, pois é quando a barriga começa a ter uma maior variação de crescimento. A partir do sétimo mês, quando o estiramento da pele é maior, e principalmente dias antes do parto (devido aos hormônios) o problema pode piorar.

É verdade que quanto mais estrias você tiver na gravidez, mais probabilidade terá de ter uma ruptura da pele no parto normal?

Não. As estrias são rupturas no colágeno da pele, enquanto as rupturas no períneo ocorrem no músculo, e não há relação entre as duas coisas. A massagem no períneo durante a gravidez é uma das dicas úteis para prevenir as rupturas.

Há tratamentos que fazem as estrias desaparecerem.
Mentira. Os tratamentos como peeling e aplicações a laser somente deixam as marcas menos visíveis e suaves. Esses processos suavizam as estrias, mas não as eliminam. Ainda, a melhor solução é prevenir sempre.

Produtos antiestrias

Desde que as estrias existem utiliza-se grande variedade de substâncias para preveni-las. A maioria foi usada sem fundamento, com base unicamente em crenças e tradições populares, destacando-se as substâncias oleosas como o óleo de castor, óleo de gérmen de trigo, óleo de lavanda, óleo mineral, óleo de rosa mosqueta, óleo de milho, óleo de oliva, manteiga de cacau, arnica, Aloe vera, calêndula, alfatocoferol (vitamina E) e inúmeros cremes e óleos homeopáticos. As formas de aplicação também variam, desde massagem a estimulação envolventes.

As substâncias hidratantes são aquelas que aumentam a quantidade de água da pele através de dois métodos: hidratação ativa, que é obtida por meio do uso de substâncias umectantes, hidrocaptores e lipídios que compõem o Fator Umectante Natural, como lactato, glicerina, ureia etc.; e a hidratação passiva, obtida por meio do uso de substâncias oleosas oclusivas como glicerina, vaselina, óleo mineral, silicone, lanolina, sorbitol, esqualeno etc.

O que tem fundamento científico é que os emolientes exercem papel fundamental na prevenção das estrias, já que aumentam a umidade da pele e podem modificar potencialmente as propriedades mecânicas dela. Foi comprovado que o comportamento biomecânico da pele pode ser modificado com a aplicação tópica de hidratantes, possibilitando uma melhora na extensibilidade e elasticidade da pele e diminuição da perda de água.


Um emoliente é uma substância de uso externo que tem a propriedade de suavizar a superfície à qual é aplicado, fazendo com que a pele seja mais suave ao tato. Um emoliente ideal deve possuir os dois mecanismos de hidratação da pele. LUCIARA®, por conter em sua fórmula lactato, glicerina e lipídios, oferece uma ação emoliente completa, melhorando a elasticidade da pele e prevenindo assim a aparição de estrias.



avatar
Djane Senna
Admin

Mensagens : 77
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 40
Localização : Manaus

Ver perfil do usuário http://agrandefamilia.bloggeiros.com/index.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum