Coto Umbilical

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Coto Umbilical

Mensagem  Djane Senna em Ter Ago 24, 2010 10:26 am

Uma das grandes preocupações da gestante no que se refere aos cuidados com o bebê é em relação à adequada higiene e posterior curativo do coto umbilical. “Com experiência de vinte anos trabalhando com gestantes e bebês pude perceber que cada mãe carrega a mesma preocupação, principalmente se for o primeiro filho”. Muitas amigas experientes e parentas dão inúmeras dicas e conselhos para a futura mamãe, mas o ideal é buscar a opinião de um profissional de saúde atualizado. Neste caso, a técnica correta da higiene e posterior curativo do coto umbilical que realizo como professora da Faculdade de Enfermagem da UFRJ para as futuras enfermeiras é a mesma que ensino aos futuros pais nos cursos para gestantes, desta forma eles terão a segurança do rigor da técnica correta. O coto umbilical deve ser bem cuidado para evitar inflamações e infecções graves que podem repercutir na saúde do recém-nato, medidas simples e bem orientadas significam a garantia do bem estar da criança, além das mães os pais também devem aprender, pois as ajudam nos cuidados.

As recomendações são as seguintes:

• Higienização - Durante o banho de banheira o coto umbilical pode e deve ser molhado com água e sabão para facilitar o desprendimento dos resíduos de secreções que ali se acumulam, e enxaguado com água de um jarro assim como todo o corpo do bebê para remover os resíduos de sabão. (Vale ressaltar que até que ocorra a queda do coto e sua total cicatrização a água do banho deve ser filtrada e fervida, a banheira bem higienizada e o sabonete neutro de glicerina). O perigo não está em molhar o coto umbilical conforme diziam os antigos, mas sim em não secá-lo adequadamente, pois devemos mantê-lo seco e arejado para que possa ocorrer a boa cicatrização.

• Curativo: Deve ser realizado após o banho e sempre que perceber que houve contato de urina ou fezes por ocasião da troca de fraldas.

• Após o banho: segure o clampe por uma das extremidades (espécie de pregador que prende o coto umbilical), seque o coto umbilical com gaze esterilizada desde a base, de baixo para cima primeiro à frente, jogue fora à gaze, repita na parte posterior do coto, seque o local do corte com outra gaze e seque o clampe. Com um cotonete seque a parte da frente da inserção do coto umbilical (onde ele nasce junto à barriga do bebê), os movimentos devem ser delicados e toda a umidade deve ser retirada, repita na parte posterior (não esfregue o cotonete, apenas toque levemente). Troque o cotonete assim que estiver sujo ou úmido. Uma vez que o coto esteja seco, forre na barriga do bebê ao redor do coto uma gaze (para o álcool a 70% não escorrer para a genitália do bebê), comece a pingar álcool a 70% com um conta gotas no coto umbilical começando da inserção e vá subindo até que todo o coto tenha recebido o álcool a 70%. Senão tiver um conta gotas novo derrame álcool a 70% em uma gaze e aplique do mesmo jeito.Após aplicação direta de álcool a 70% no coto, envolva o coto com uma gaze e a umedeça com álcool. Esta gaze tem a finalidade de proteger o coto do atrito com a fralda e de resíduos e manter mais tempo o álcool a 70% em contato com o coto. Por ser apenas uma gaze não abafa o coto e o protege.

• A cada troca de fraldas: estando a gaze limpa deve-se pingar mais álcool a 70%, caso a gaze esteja suja de urina ou fezes deve ser trocada e o coto umbilical novamente higienizado com água filtrada e fervida para remover a sujidade. No caso de meninos, ao se colocar a fralda deve-se prestar atenção para o pênis ser direcionado para baixo evitando molhar o coto umbilical de urina. Não se deve colocar moedas ou cinteiros, pois abafam o coto impedindo a aeração necessária favorecendo a umidade e a colonização de micróbios. A boa cicatrização depende de boa higiene, álcool a 70% que mumifica rapidamente o coto umbilical e a ventilação. A fralda na região umbilical deve ser frouxa para não tracionar o coto umbilical evitando acidentes locais. A queda do coto deve ocorrer em torno de sete dias, alguns caem com cinco dias outros com dez, depende da espessura do coto e dos cuidados destinados a ele.

• Recomendações importantes: O coto não dói, pois não é inervado. Lave muito bem as mãos e debaixo das unhas, mantenha as unhas aparadas e retire os anéis e pulseiras antes de lavar as mãos. Mantenha a gaze esterilizada dentro de sua embalagem original, só retire o necessário e feche sempre o pacote com cuidado. Com o cotonete o cuidado deve ser o mesmo, compre um pacote destinado apenas para o bebê. Mantenha todos os utensílios para o curativo em local limpo e longe da poeira. Aplique somente álcool a 70%, que é encontrado nas farmácias comuns ou de manipulação. Após o coto cair continue com os cuidados até a cicatrização total do local. Em alguns casos, persiste no local uma área de tecido branco-amarelado denominado granuloma umbilical, caso permaneça úmido este local, a maternidade ou o pediatra deve ser procurado para a mãe receber orientações específicas. Da mesma forma caso o coto umbilical ou o local da queda do coto apresente sangramento, saída de secreção espontânea e/ou acompanhada de mau cheiro e febre.

Djane Senna
Admin

Mensagens : 77
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 39
Localização : Manaus

Ver perfil do usuário http://agrandefamilia.bloggeiros.com/index.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum